quarta-feira, 10 de fevereiro de 2010

Acesso à internet chegou a 66,3 milhões de brasileiros em dezembro de 2009.

O Brasil terminou o ano de 2009 com 66,3 milhões de pessoas acessando a internet. A pesquisa do Ibope Nielsen Online divulgada nesta quarta-feira (10) também coloca os brasileiros entre os internautas que mais navegam na rede, com média de 44 horas por mês.

O crescimento do número de usuários foi de 16% em relação a dezembro de 2008 na medição das residências. Na relação do número de usuários que acessam a internet do trabalho, que teve medição iniciada em maio de 2009, o crescimento até dezembro foi de 9%.

Na média de tempo de uso da internet, o país ficou a frente dos Estados Unidos, com 40 horas, da Austrália, com 39 horas, e do Reino Unido, com 37 horas. Quando o acesso à rede inclui o uso de aplicativos, o tempo de conexão dos brasileiros subiu para 66 horas em dezembro de 2009.

O mercado publicitário on-line teve um mês de dezembro bastante com bastante investimento. A pesquisa AdRelevance, que monitora a publicidade veiculada na internet brasileira, registrou em dezembro o total de 4.491 campanhas publicitárias realizadas por 1.784 anunciantes e divulgadas por meio de 15.872 banners.

Os sites de vídeos amadores, como o YouTube, por exemplo, tiveram uma audiência de 13,7 milhões de brasileiros em dezembro, e sites de vídeos profissionais, geralmente presentes nos grandes portais nacionais, tiveram 13,8 milhões de pessoas acessando seu conteúdo.Somadas, as duas categorias chegam a 24,8 milhões de pessoas assistindo a vídeos on-line, com tempo de navegação médio de 1 hora e cinco minutos nos sites de vídeos amadores.

O setor on-line que mais cresceu no último mês de 2009 foi o de Finanças e Investimento, com evolução de 6,6%, puxado pela expansão de 9,8% na audiência dos sites de bandos. De acordo com a pesquisa, a subcategoria Lojas de Varejo aumentou em 2,9% seu número de usuários e chegou à sua maior audiência , com 21,3 milhões de pessoas.

A pesquisa também mostra que a soma das pessoas que têm acesso à internet nas classes C, D e E ultrapassaram o número de internautas das classes A e B. Em 2007, 50,2% de quem acessou a internet era das classes mais altas, número que em 2009 mudou, chegou a 51% das classes C, D e E.

Do total dos acessos à internet, o estudo aponta que 14% dos internautas da classe A utilizam dispositivos móveis como celulares, smartphones e PDAs para se conectar à rede, contra 6% da classe B e 2% da classe C. De quem acessa a internet de aparelhos móveis, 27% acessa sites de e-mail, 23% lêem notícias, 22% realizam buscas em sites especializados e 21% entram em redes sociais.

Em dezembro passado, o Orkut foi a rede social mais acessada no Brasil, com 80% dos brasileiros com acesso à internet utilizando o site. O Twitter vem em segundo lugar e o Facebook em terceiro.

O mercado publicitário on-line teve um mês de dezembro bastante com bastante investimento. A pesquisa AdRelevance, que monitora a publicidade veiculada na internet brasileira, registrou em dezembro o total de 4.491 campanhas publicitárias realizadas por 1.784 anunciantes e divulgadas por meio de 15.872 banners.

2 comentários:

Anônimo disse...

Solar eneragy is the future for the world.
[url=http://www.solarcourses.org/]solar generators[/url]

Anônimo disse...

se faz necessario, ter mais cautela na escrita e fazer uma revisão antes de postar o documento.
No entanto, no demais, boa materia!

Rede Social

E-mail: falecom.portalbrasil@gmail.com

MSN Online: portal_brasil@hotmail.com

Twitter: http://twitter.com/Portal_Noticias

Orkut: http://www.orkut.com/Profile.aspx?uid=1174902884802331524